Escrita avulsa retirada da gaveta: diarística, textos esparsos, relíquias, memórias, antiguidades, velharias e outras inutilidades.

20
Set 17

É nos filmes porno americanos que as mulheres melhor exprimem o seu misticismo. Só se ouve, entre gemidos: «Oh, my God! Oh, my God!» Será que encontram mesmo Deus? Naquele transe erótico a imaginação, contudo, não vai longe, e às vezes variam de mantra: «Oh, Yes, yess, yesss, yeeesssssss!» Parece que aí elas sobem aos céus e encontram alguma divindade no paraíso. Tenho inveja metafísica da sensibilidade feminina.

Os homens, nessa mesma cinematografia porno, são sempre mais laicos, mais ateus.

 

20-09-2017

© Pedro Barbosa

publicado por Pedro Barbosa às 18:53

cloud2.jpg

Interrogo-me. Será a Internet, a grande nuvem planetária, essa “cloud” electrónica, uma simulação prévia por meios tecnológicos do Arquivo Akáshico (etérico) dos esotéricos? Uma e outro acumulam o saber terreno e cósmico como uma fonte inesgotável. Procura, pesquisa, interroga – e obterás a resposta. Num estágio de evolução superior essa comunicação será mental, anímica; no estágio de desenvolvimento ainda físico em que a humanidade se encontra essa fonte de saber tem que ter uma consistência ainda electromagnética para poder ser acessada por meios tecno-materiais. Somos seres físicos, ainda. E a Internet é hoje a materialização da Noosfera humana (teillardiana) – todo o conhecimento humano, tanto as suas verdades quanto os seus erros lá estão, disponíveis. Será uma mera aprendizagem que é feita pela humanidade neste momento de transição entre o plano físico e o mundo astral?

 

20-09-2017

© Pedro Barbosa

 

publicado por Pedro Barbosa às 18:17

Setembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO