Escrita avulsa retirada da gaveta: diarística, textos esparsos, relíquias, memórias, antiguidades, velharias e outras inutilidades.

05
Mai 15

Porque será que um nome tão comum como Barbosa não consta de nenhum dicionário onomástico? Porque não há raiz etimológica para ele? Consultei vários dicionários, e nada. Eis uma sugestão. Uma pequena história vivida por mim há muitos anos talvez abra uma pista a algum filólogo interessado em pesquisar a origem deste nome. Foi num pequeno hotel de uma localidade fronteiriça no Sul da Alemanha, creio que Offenburg, onde o erro de um recepcionista ensonado me revelou uma possibilidade a explorar: quando lhe balbuciei o meu nome, Pedro Barbosa, ele escreveu BARBARROSSA! Ora “barba rossa”, em italiano, é “barba ruiva”: existirá essa palavra em alemão? Desconheço. Seria uma corruptela de um recepcionista de hotel de fronteira habituado a receber italianos? Para mim, a corruptela deste alemão, com a cabeça bem acima de uma volumosa barriga de cerveja, acabava de me revelar sem querer a origem do meu próprio sobrenome que nenhum dicionário de antropónimos registava. Ou que até hoje ainda não encontrei, excepto a coscuvilhice vaga de um barbeiro gay em Lisboa, contada por Leite de Vasconcelos, que nada explica... Que hoje tenho barba branca, o espelho mo diz todos os dias: serei então descendente do famoso pirata "Barba Ruiva"!? Kkkkk ;) 

publicado por Pedro Barbosa às 22:28

Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO